Produzindo e fornecendo ao mundo LNG Angolano de forma segura

Operações

 

Angola é o segundo maior produtor de petróleo da África Subsaariana. Historicamente, o gás associado era queimado ou reinjectado em reservatórios de petróleo. O Angola LNG é uma solução para reduzir as emissões e constitui uma nova fonte de energia limpa.

Essa fonte de energia limpa é Gás Natural Liquefeito (LNG), o segmento de maior crescimento da indústria de gás. O aumento da procura global de energia e a diminuição da produção de gás de alguns países provocou esse crescimento. O Angola LNG está a dar o seu contributo para disponibilizar reservas de gás, assegurando o seu transporte em segurança e de forma económica através do globo, enquanto elemento de ligação dos recursos com os mercados, para ajudar a responder à procura de energia em todo o mundo.

O Angola LNG está envolvido em operações seguras e fiáveis. Localizado a 350 quilómetros a norte de Luanda, no Soyo, na foz do rio Congo, o Angola LNG construiu uma das instalações de processamento de LNG mais modernas do mundo. Este projecto é um marco para Angola e é único em relação a outros projectos globais de LNG, porque a fábrica será inicialmente abastecida com gás associado, produzido nas operações de campos de petróleo. Isto significa que o projecto contribuirá expressivamente para a eliminação da queima de gás no país, permitindo o desenvolvimento de reservas de petróleo no offshore, de forma sustentável em termos ambientais.

Uma extensa rede de gasodutos de mais de 500 km abastece de gás a fábrica de processamento do Soyo, a partir de campos de petróleo no offshore. A fábrica do Soyo está projectada para processar 1,1 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia e tem capacidade para produzir anualmente 5,2 milhões de toneladas de LNG, além de gás natural, propano, butano e condensado.

VOCÊ SABIA?

A Angola LNG já vendeu e expediu, em segurança, carregamentos para compradores de renome em diferentes partes do mundo.